2009/12/31

Dia Mundial da Paz

Em 1981, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) fixou uma data permanente para a celebração de um Dia Internacional Da Paz: o dia 21 de Setembro.
A Assembleia Geral proclamou o Dia como uma data de cessar-fogo e de não-violência em todo o mundo.
Desde então, a ONU tem celebrado este dia, cuja finalidade não é apenas que as pessoas pensem na paz, mas sim que façam também algo a favor da paz.
A ONU incent
iva que o Dia Internacional da Paz seja celebrado também espiritualmente e que os vários grupos religiosos rezem pela Paz Mundial.
Quanto ao Dia Mundial da Paz, inicialmente chamado simplesmente Dia da Paz, foi criado pelo Papa Paulo VI, com uma Mensagem no dia 8 de Dezembro de 1967, para que fosse celebrado sempre no primeiro dia do ano civil, a partir de 1968, o que tem vindo a acontecer até aos nossos dias.
Dizia o Papa Paulo VI na sua primeira mensagem para este dia: «Dirigimo-nos a todos os homens de boa vontade, para os exortar a celebrar o Dia da Paz, em todo o mundo, no primeiro dia do ano civil, 1 de Janeiro de 1968. Desejaríamos que depois, cada ano, esta celebração se viesse repetir, como augúrio e promessa, no início do calendário que mede e traça o caminho da vida humana no tempo, que seja a Paz, com o seu justo e benéfico equilíbrio, a dominar e processar-se na história no futuro».
A proposta de dedicar à Paz o primeiro dia de cada ano não tem a pretensão de ser qualificada exclusivamente religiosa ou católi
ca. Antes, seria para desejar que ela encontrasse a adesão de todos os verdadeiros amigos da Paz, como se se tratasse de uma iniciativa própria, onde pudessem ver como é bela e importante, ao mesmo tempo, a consonância de tidas as vozes do mundo, consonância na harmonia, feita da variedade da humanidade moderna, no exaltar este bem primário que é a Paz.
«Ideias. com» apresenta a todos os seus amigos os votos de um ano de 2010 cheio de Paz, contribuindo assim, para que as relações humanas entre os povos sejam mais pacíficas.

3 comentários:

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

C.M. disse...

Queridas Irmãs,

Acerca da Paz, aqui deixo esta linda oração do saudoso João Paulo II, dirigida a São Francisco de Assis:

"Ó São Francisco, estigmatizado do Monte Alverne, o mundo tem saudades de ti qual imagem de Jesus crucificado.

Tem necessidade do teu coração aberto para Deus e para o homem, dos teus pés descalços e feridos, das tuas mãos traspassadas e implorantes.

Tem saudades da tua voz fraca, mas forte pelo poder do Evangelho.

Ajuda Francisco, os homens de hoje a reconhecerem o mal do pecado e a procurarem a sua purificação na penitência. Ajuda-os a libertarem-se das próprias estruturas do pecado, que oprimem a sociedade de hoje.

Reaviva na consciência dos governantes a urgência da Paz nas Nações e entre os Povos.

Infunde nos jovens o teu vigor de vida, capaz de contrastar os insídias das múltiplas culturas da morte.

Aos ofendidos por toda a espécie de maldade, comunica, Francisco, a tua alegria de saber perdoar.

A todos os crucificados pelo sofrimento, pela fome e pela guerra, reabre as portas da esperança.

Amém."

C.M. disse...

Queridas Irmãs, apesar de a "despropósito" deste vosso artigo, permitam que lhes diga que fiquei tão emocionado com o artigo
“A Luz de Deus ilumina os doentes em coma?” publicado na última edição da vossa Revista Stella de JAN/FEV, que acabo de transcrever parcialmente o mesmo no meu blog, e pelas razões que lá explico...

Fiquei tão tão emocionado...

Obrigado, Irmãs.

Delfim Cabral Mendes